Páginas

domingo, 28 de agosto de 2011

A mãe que vou (tentar) ser

Com o nascimento do Francisco a aproximar-se começo a pensar no tipo de mãe que vou ser.
Não tenho a minima dúvida que vou ser boa mãe, porque ser boa mãe não é fazer tudo bem, mas sim querer sempre fazer tudo bem e escolher sempre o melhor para os nossos filhos, é normal cometer alguns erros, mas é com o tempo que se limam as arestas e que vamos nós mesmas aprendendo a ser mães e essa vontade, esse carinho, esse esforço, faz de nós as melhores mães para os nossos tesourinhos. Eles dependem de nós.

Eu não sei tudo, não, nada disso, eu sou mais uma que vai por tentativa-erro, mas que nem por isso eu me sinto ou vou sentir mal por, nós não nascemos com nenhum manual de bolso que nos ensine a ser mãe, que nos diga por aquilo que vamos passar.

Apesar de não saber nada eu sei o tipo de mãe que quero ser, primeiro que tudo, quero que o meu filho tenha tudo o que eu não tive ou não pude ter, começando pelo amor e carinho materno, pelos beijinhos e abraços, pelo calor que só uma mãe pode transmitir, quero dar-lhe segurança, quero que ele seja acima de tudo um bebé muito feliz.
Quero amamentá-lo até que seja possível, quero confortá-lo e estar presente em todos os momentos.

Sei que vou ser uma mãe galinha e quero sê-lo, vou -me dedicar a ele de corpo e alma, sei que vou ser mesquinha e não vou deixar que o meu filho ande de colo em colo, não vou permiti-lo, não vou permitir que se fume cá em casa, não vou permitir que dêem sequer palpites sobre a forma como estou a cuidar do meu filho e ai de quem se atrever a dar o primeiro bitaite,pois ninguém nasce ensinado e duvido que alguém fosse uma mãe modelo quando teve o primeiro filho, já comecei a alertar que não quero um grande alarido á volta do Francisco nos primeiros dias pois tanto ele como eu vamos querer é paz e sossego. 
Vou querer que ele durma bem pertinho de mim até eu me sentir segura para o mudar para o quarto dele (lá para os 20 anos), quem sabe por volta do primeiro ano, ano e meio talvez por ai. 
Sim eu sei que vou ser demasiado chata mas é assim que me sinto bem comigo própria, não vou querer descurar do meu dever de mãe nem por um milésimo de segundo.
 Depois existem aquelas conversas " ahh se os pais precisarem eu fico com o menino e bláblá blá" são expressões vindas das avós tias etc, não não ficam com o menino, o menino fica com os papás, os papás se tiverem de ir a algum lado levam o menino, se o menino não puder ir os papás não vão, mas passar uma noite que seja fora de casa isso só irá acontecer quando se casar provavelmente.  
Talvez na prática não seja tanto assim, mas claro que quero que tenha convivência com as avós e com toda a familia mas ficar lá em casa a dormir isso não, primeiro porque nem eu iria dormir com ele fora e por outras razões pessoais que nem vale a pena enumerar. Se por ventura tiver que passar umas horinhas sem ele, a madrinha com certeza não se importará de ficar com o menino, é a pessoa mais acertada para isso por várias razões.

Uma coisa tenho a certeza, quero o melhor para ele, sendo mãe galinha, mesquinha, chata, colas, demasiado protetora o que quiserem chamar, mas é assim que serei (quase de certeza). 


Em relação á educação, tenho alguns receios, pois tenho medo de "não lhe resistir" e deixá-lo fazer tudo assim como fazer as vontades todas ao menino, prometo que vou tentar não ser assim, pois prezo muito a boa educação e não gosto nada de ver aqueles meninos mimados que fazem birras e se mandam para o chão, vamos ver se arranjo coragem para dar uns berros e umas palmadas quando necessário (duvido que consiga).
Se tiver essa possibilidade vou ficar o primeiro ano com o menino em casa por vários factores, o primeiro é que é no primeiro ano que eles mais precisam de nós, e têem menos defesas e imunidade para irem para um infantário. É importante o primeiro ano para fortalecer o laço entre mãe e filho, mas claro que se não for possível vou tentar pelo menos ficar com ele até aos 6 mesinhos apesar de ainda ser muito pouco independente, se tiver que ir para algum lado vai então para um infantário, não ficará com avós (o que poderia ser uma ajuda a nivel financeiro e pessoal) e muito menos em amas.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

30 semanas...

E hoje completamos 30 semaninhas, estamos tão pertinho do fim desta viagem tão pequenina e tão rápida.

Estou a começar a ficar cheia de ansiedade, com alguns medos e receios pois o dia em que vou conhecer o meu principe está cada vez mais perto.

Estas noites têm sido muito dificeis, sinto-o muitissimo pesado, e as minhas costelas doem tanto quando me deito para o lado esquerdo que deixo de me conseguir mexer.

Mas para ver o meu pequenino bem e confortável suporto tudo. 

Estou desejosa que chegue dia 8 de Setembro, é dia de ecografia em 4d, quero vê-lo, saber quanto pesa, quanto mede e acima de tudo saber se está tudo bem com ele.

Já o amo tanto mas tanto que o meu peito qualquer dia é capaz de explodir de tanto amor.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Até onde chega a maldade/ignorância/burrice das pessoas.

Hoje fui visitar os meus avós e mesmo em frente ao prédio tem um parque de estacionamento que como todos os outros tem uma entrada e saida. 

Lá entrei eu pelo parque dentro mas não havia lugar ao dar a volta para sair estava um senhor dentro de um grande Mercedes a trancar a saida, dei uma buzinadela fraquita e um gesto para ele desviar o carro, para que eu pudesse passar e não é que ele me diz para dar a volta tudo de marcha atrás se quisesse voltar a sair? E eu expliquei ao senhor que aquilo não era um lugar que era a saída do parque visto este ser em sentido giratório, que mesmo não estando marcado não é preciso ser muito inteligente para perceber que o parque tem uma entrada e uma saída.


O sr perguntou-me se eu não tinha capacidade de ir de marcha atrás e disse que se não fosse capaz não devia conduzir porque não tinha capacidades para isso.


Eu sai do carro fui ter com ele e disse-lhe "olhe como vê não tenho capacidades de ir de marcha atrás e sempre em curva porque estou grávida de quase 8 meses está bem? "( A mim pelo menos já me custa estacionar e fazer manobras que exijam muita ginástica num habitáculo minusculo como é o dos carros).


E o senhor retoma," até pode chamar a policia, já disse que não saio daqui é um lugar como os outros", e eu tive de lhe dizer "é preciso ser muito ignorante para não perceber que isto é uma saida de um parque e que está a trancá-la". E lá de cima do prédio aparece uma senhora a dizer-lhe o mesmo ao que eu respondi á senhora, já meia passada, " o que é que se pode fazer.? este ignorante, este burro deste velho diz que mora aqui há cem anos e que foi sempre assim veja lá" 


 Bem fiquei mesmo passada, há pessoas mesmo más como é possível? Não me imagino fazer nada parecido a ninguém muito menos a uma pessoa que apresenta algumas limitações de movimento. Mesmo que fosse um lugar eu retirava para que essa pessoa passasse e voltava a colocar depois.
Nunca pensei passar por algo deste género, a sorte do senhor foi o marido não estar presente foi mesmo a sorte dele e eu estar grávida porque senão tinhamos ali um grande trinta e um...


Enfim mais vale esquecer situações deprimentes como esta....

Fui buscar ao Baú, só para partilhar convosco.

Pensei que tinha perdido esta preciosidade ao fim de tantos anos, mas não...
Quando ainda havia pouco dinheirinho para prendas, valia-me a imaginação e vejam só aquilo que eu decidi fazer para o meu maridinho há uns aninhos atrás.

Hoje vejo este video e é com dificuldade que seguro as lágrimas, passamos momentos maravilhosos, adoro a vida que tenho sem dúvida mas na adolescência é tudo vivido de uma outra forma com outra intensidade e sim tenho saudades. Muitas.....

Amo-te meu amor, hoje mais que ontem e muito menos que amanhã.
(metam pause no meu leitor de musica antes de verem o video)
video

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Já vem a caminho...

Já andava atrás de um aparelho destes há algum tempo, acho que me vou sentir mais segura enquanto o meu tesouro estiver a dormir.
Pode ser um pouco caro mas vale tudo para que o meu coração de Mãe fique um pouco mais sossegado durante a noite pelo menos.

"Saídas" do marido

Marido- Oh 'mor depois desse vamos ter logo outro a seguir não vamos?


Euzinha- Calma lá os cavalos, já te disse que primeiro vamos ter este e ver como corre tudo e depois logo se vê ok?


Marido- Mas é que ficas tããão fofinha de barriga, e eu queria uma menina linda como a mãe.


E pronto, ele insiste e insiste que quer outro filho logo a seguir, e já anda a "traumatizar" a minha familia a dizer que atrás deste vem logo outro, os meus avós quase que lhes dava um ataque cardíaco. 


Temos de o deixar sonhar, ele anda doido, adora crianças e por ele tinhamos uma equipa de futebol.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Parabéns Mamã Lucia

Muitos Parabéns aos papás dos gémeos Eduardo e Simão, devem ser uns papás babadissimos e agora cheiosss  de alegria e felicidade...

Bem Vindos bebés, que sejam muito felizes, deem muito trabalhinho aos papás e tenham essencialmente muita saúde....


Um grande beijinho á linda familia....

sábado, 20 de agosto de 2011

Nova aquisição...

E de maneiras que não resisti e comprei este baloiço para o meu tesourinho. Um baloiço da Graco que tem várias posiçoes e dá até aos 11 Kilos o que é óptimo. Só é pena não dar música mas os que lás estavam as musicas eram tão "desafinadinhas" tão esquisitas que preferi trazer este sem musica. Música é o que não há-de faltar cá em casa.
Optei por este por estar mais afastado do chão e porque serve também de espreguicadeira para lhe dar a papinha quando for maior, e dá para as suas maravilhosas sestas. Só vai sair da caixa quando o Francisquinho chegar a casa.... Por agora fica por ali encostadinho á parede até serem necessários os seus serviços. Para quem quiser saber o preço foi 65 euros na Pré Natal.










sexta-feira, 19 de agosto de 2011

10.000 Visitinhas

Chegámos as 10.000 visitinhas, tudo graças a vocês.

Quando decidi criar um blog nunca pensei que iria entrar num mundo tão maravilhoso como este, tão curioso, pensei que aquilo que ia fosse escrevendo ia ficar por aqui perdido sem qualquer "feedback" este mundinho tornou-se parte da minha rotina do meu dia-a-dia, é raro o dia em que me deito sem dar uma espreitadela nos vossos cantinhos e deixar uma palavrinha naqueles posts que mais me aguçaram a curiosidade.

Obrigado a todas pela força, pelas palavras e principalmente pelas amigas e companheiras que teem sido.


Um recadinho para as minhas seguidoras.

Meninas este é um post curtinho, é so para vos dizer que vou "entrar na moda" e daí que preciso dos vossos contactos para que me possam continuar a seguir.

Quem estiver interessado em seguir o Estrelinha Verde é só enviar os contatos para.

Raquelsantos_65@hotmail.com.

Espero que percebam mas tem mesmo de ser.

Beijinhos a todas

E a consulta de ontem foi assim...

Ontem finalmente foi o dia de levar a injecção, menos uma coisa para eu pensar.

Depois a enfermeira fez a rotina normal, o teste das tirinhas que não acusou qualquer tipo de infecção, ou seja ainda bem que não tomei nada do que me receitaram no hospital, foi dinheiro deitado fora mas pronto do mal o menos. As vezes pergunto-me se ainda é possível confiar nos médicos se a minha intuição por vezes consegue ser mais útil que certos diagnósticos feitos á base de suposições.


Chegou a altura da pesagem, ui ui a enfermeira nem queria acreditar no que estava a ver, até julgava que se tinha enganado a introduzir o peso no computador, resumindo ia-me batendo, pois desde a última pesagem aumentei 14 kls, estou uma bolinha.

E pronto basicamente foi isso mesmo, fui depois ao médico para pedir Folifer e agora só volto dia 22 de Setembro, dia 8 é a nossa ansiosamente esperada eco 3d e assim vamos nós....

Háaa e não posso esquecer, hoje completamos 29 semanas, faltam 11 semaninhas, aproximadamente 77 dias.
                                               
(Não não foi o senhor da imagem que me deu uma pica, talvez para a próxima ele esteja de serviço.)

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Visita ao hospital...

Já não fazia uma visita ás urgências do Santa Maria há algum tempo, ontem foi dia de lá ir.

A meio da tarde estava eu em cima da cama a fazer mais um quadro para o quarto do meu tesouro e decidi levantar-me para ir comer. Quando me levanto surge uma dor primeiro quase imperceptivel mas depois aumentou e era uma dor agoniante, pareceu-me ser um ovário, apanhava-me a virilha e impedia-me de andar, cada vez era mais forte, nem respirar conseguia, arrastei-me até a casa de banho bebi água, lavei a cara e a dor era tão forte que tive de me deitar no chão da casa de banho respirar ofegantemente porque me sentia a desfalecer e ao mesmo tempo contorcia-me de dores, parecia que me estavavam a arrancar os orgãos a sangue frio. Nunca senti tal dor, comecei com calafrios, tremia por todo o lado e por fim liguei ao marido com alguma dificuldade e lá fomos ao hospital.

No hospital ao contrário do que eu julgava foi rápido, queixei-me e contei o sucedido, fui observada, fiz análises e uma ecografia.

Á partida estava tudo bem, segundo a médica foi uma cólica intestinal, mas na triagem magoaram-me imenso a barriga para ouvir o coração do bebé, apertavam em cima, apertavam em baixo, carregavam com o aparelho, que sofrimento. 

Nas análises o médico disse que achava que tinha uma infecção, leia-se bem ACHAVA, e perguntou se era possivel ter misturado corrimento com urina na análise, ora eu é que sei? Limitei-me a fazer o xixi e pronto. Lá passou uns remédios, eu fui aviar a receita e na bula diz que o medicamento pode ser prejudicial á gravidez e que atravessa a placenta, claro que decidi não tomá-lo apenas porque o médico pode desconfiar de uma infecção, quer dizer se o medicamento não afectasse ainda ponderava tomar mas neste caso como amanhã vou ao médico levar a injecção imoglubina (acho que é isso) falo com ele e conto-lhe o sucedido. Até porque não tenho qualquer sintoma de infecção, nem ardor, nem xixi as pinguinhas nada de nada portanto prefiro confirmar se existe ou não uma infecção, até lá não tomo nada.

Resumindo, fiquei a saber que o meu tesouro deu a volta outra vez e está sentadinho, vamos lá ver se ainda dá a volta para baixo de novo. 

E pronto assim foi mais uma peripécia nas urgências, espero que até ao fim não precise de lá ir mais.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

28 Semanas.

E completamos hoje 28 semaninhas, já está cada vez mais perto o dia em que nos vamos finalmente conhecer.

Sempre foi um rapaz muito mexido mas a cada dia que passa tem cada vez mais força, ontem pesei-me e percebi que já tenho 70 quilos, ou seja aumentei de 16  quilos desde o inicio da gravidez. Não é que coma muito é verdade mas há certas coisas que devia evitar mas não consigo, depois recupero.

As dores nas costas e nas costelas são já constantes, não há uma noite que consiga dormir seguida sem vira pa lá e vira pa cá. 

E pronto assim vamos andando, está quase tudo prontinho, preciso de ultimar uns promenores e buscar o carrinho, ahh e tratar das roupinhas, talvez daqui a duas semanas comece a tratar das roupinhas dele.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Coisas...

Um quadro que vai ficar ao lado do bercinho do meu TESOURO...feito pela mamã, feito com linhas de amor e muito carinho. Amo-te meu principe.



E um bolinho feito para os anos da tia Julia que são já hoje dia 9, esmerei-me hein...

Parabéns á tia...

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

27 Semanas..

E o tempo passa a voar por nós.. 

"Ontem" queria chegar às 13 semanas, e hoje faltam apenas treze semanas para Te ter comigo, para te sentir, cheirar, mimar. 
Aquela que era uma tímida barriga é hoje uma barriga decente de uma grávida "á séria". 
A cada dia que passa sinto-me maior, e a adquirir hábitos comuns nas grávidas como sentar-me de perninha aberta para encaixar a bela da pança, o andar meio á "rebolation", os gemidos quando na cama começa o vira pa cá e vira pa lá, e isto tudo ás 27 semanas portanto quando chegar as 37, 38 sento-me numa poltrona bem confortável e só saio para ir dar á luz provavelmente. Também uma rapariga tão franzina como eu era, com os meus meros 53 kg quando engravidei e agora com mais 12 kgs em cima em menos de 6 meses é normal que pareça uma hipopótama em movimento ainda por cima sou pequenina pior ainda, portanto percebe-se o meu ponto de situação.

O meu pequeno Popeye deve andar a comer espinafres porque levo com cada espancamento que estou a ver quando é que fico com hematomas, é que as vezes chega a magoar principalmente na bexiga quando estou deitada. Não fazia a minima ideia que os pequenitos tinham tanta força e energia. Mas mãe aguenta tudo.

Cá por casa está tudo a andar, o quartinho está quase pronto, as minhas artes manuais também e só falta começar a tratar das roupinhas de sua excelência. Acho que ás 30 semanas é uma boa altura, qual é a vossa opinião sobre isso

Em relação ás compras falta -me apenas um mobile e um candeeirozinho de mesa de cabeceira ahh e o Lamborguini do rapaz está claro.

Já tenho aqui uma lista de maternidade bastante útil que vou partilhar convosco.

E pronto por agora é tudo...

Beijinhos a todas as estrelinhas seguidoras....

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Bolsa da Primeira roupinha

E já está feita, sim feita pela mamã, ficou muito fofinha não ficou e para além de ser a bolsa da primeira roupinha será depois utilizada para outros fins. Se alguém quiser eu depois explico como fiz e os materiais utilizados, foi muito simples mas ficou quase perfeita.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Mais um pulinho...

Bom e eu acordei anteontem e notavelmente a minha barriga estava maior, foi uma noite até um pouco mal dormida, com algumas dores ( e ele já está tão pesadinho), já me custa virar na cama, apoio-me em tudo e mais alguma coisa, os braços e as costas do marido se não estão já todas negras não devem de faltar muito, coitado, ele meio a dormir meio acordado lá vai dizendo "isso hoje está dificil hein" e realmente só queria conseguir adormecer para um lado e não precisar de me virar mais, o que é extremamente dificil e quase impossível. 
Como é curioso que a barriga cresca só de noite e como é curioso que se note logo a diferença, pois fui medir e  cresceu nada mais nada menos 3,5 cm, tenho quase um metro de perímetro abdominal.

Estou a contar os dias para a minha próxima ecografia que vai ser em 3d, estou tão ansiosa....

O meu pequeno é cada vez mais mexido e está cada vez maior pois já consigo sentir os pés (pelo menos pelas pequenas bolas que fazem deduzo que sejam os calcanhares) quase uns dez centimetros acima do umbigo. E a força que ele faz na bexiga? Estou para ver qual é o dia em que tenho de começar a usar fraldas para incontinentes. 
Ainda há uns dias a barriga estava timida e agora já tem este tamanho que eu adoro e pela qual estou tão babada... Já estou a pensar em marcar a sessão fotográfica, caso conheçam algum fotográfo profissional e de confiança digam-me qualquer coisa, e de preferência que faça uns preços acessíveis.

Um presentinho muito especial...

O Francisquinho recebeu um presente muito especial e muito querido da nossa amiga Bárbara.

Ficamos muito contentes por saber que ainda existem pessoas que mesmo não conhecendo pessoalmente teem um coração do tamanho do mundo e se lembram de nós mesmo sem pedir nada em troca. 

E quem é que não gosta de receber um presentinho destes tão lindo??


Oram vejam, um babete com um barquinho á vela e uma fraldinha muito fofinha a condizer.