Páginas

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Baixa, preciso de uma palavrinha vossa meninas...

Pois é meninas, já vos tinha dito que estou de baixa, muitas podem pensar que é demasiado cedo que pode ser capricho mas eu vou explicar o que se passa.


Já de mim sou uma pessoa que tem facilmente quebras de tensão e facilidade em desmaiar, dou-me muito mal com o calor e não suporto dias quentes e abafados.


Agora imaginem-se a trabalhar numa zona turistica ao ar livre onde passam umas 4 ou 5 horas por dias ao torreiro do sol de pé, e mesmo á sombra onde faz um bafo que não se pode, há dias estava a falar com um cliente e comecei a ver tudo turvo, a sentir-me desfalecer e rapidamente tive de ir para dentro beber água com açucar para restabelecer os niveis.


Imaginem-se numa esplanada cheia de gente onde mal conseguem passar, onde para passar teem de proteger a barriga de cotoveladas ou de pessoas que ao chegarem se para trás batam com a cadeira na barriga,onde mesmo á noite tenham de subir e descer escadas mais de 20 vezes por dia carregada com pesos, isto tudo durante 5 dias e meio por semana, onde se anda sempre  a correr de um lado para o outro ao calor porque chega o calor e com eles os inumeros clientes, onde se fazem horas extras que nunca mais acabam de noite e de dia, onde tenho dias que chego a sair a uma da manhã sem sentir os pés.


Por mais que diga ao meu chefe que preciso sair a horas, que me sinto cansada e com dores para ele é-lhe igual.


Por mais que lhe explique que tenho de me alimentar e beber agua regularmente chego a ouvir dizer "hoje não está assim tanto calor para andar a beber agua" onde até com umas calças mais largas ( das poucas que me servem) imbirraram, sentindo-me obrigada a vestir umas apertadas na barriga.


Oiço dizer que a Raquel trabalha menos, para alem do esgotamento fisico que estou a ter o emocional também não está melhor, ando muito nervosa e stressada porque detesto injustiças, e digo tudo o que penso e existem pessoas que não gostam de ser confrontadas, o meu patrão por exemplo, falei-lhe nas horas que fazemos a mais e ele disse-me que no Inverno também não faziamos nada e agora temos é de trabalhar até as horas que forem precisas. Isto tudo para encher o bolso deles sim porque o meu anda vazio. Como ele diz uma mão lava a outra mas a minha anda sempre suja. Lá porque no Inverno se fez pouco significa que agora tenho de trabalhar até as tantas?? Não existe sensibilidade suficiente ao ponto de me dizerem Raquel faça o seu horário e saia que o pessoal toma conta do resto? O meu contrato diz que devo fazer 40 horas semanais, tendo em conta que so tenho dia e meio de folga faço sempre 44 horas por semanas mais horas extras.


Eu raramente consigo cumprir as 8 horas de trabalho acabando sempre por fazer 9 a 10, com hórario repartido, devia entrar as 12 sair as 16 voltar as 19 e sair as 23  mas isso nunca acontece. Mas ao contrario de mim existem alguem que entra as dez da manha deveria ficar ate as seis e meia da tarde e sai sempre antes da sua hora e sabem o que diz o chefe? Então ela já não tem mais nada para fazer vai fazer o que? Ele próprio diz que nesta area há sempre que fazer.
O meu contrato estava agora a renovar ou caducar e acho que se sentem enraivecidos por ter engravidado pois agora não me podem despedir, tanto que já me falaram em ser eu a despedir-me duas vezes.


Será que não entendem? Por fim o patrão mal educado como de costume diz-me se voltas a falar nas horas a mais eu meto-te no c******. 


E homem para isso?? Vá lá se quer despedir força.


Ontem nem os pés conseguia colocar no chão com as dores, pois o meu trabalho é de pé o dia todo quase 9 horas por dia conseguem imaginar? Se ligo o ar condicionado, vem o chefe e diz que não há necessidade porque dentro do restaurante não há clientes, enfim estou cansada a todos os niveis.


Acho que mais um dia lá e ia-me enervar muito e desatar a chorar, ando mesmo a ser tratada como uma peça estupida e inutil..


Bom e então ontem falei com o médico expliquei-lhe a situação e que não me dou bem com o calor e ele passou-me baixa de risco por um mês, para ser renovável claro, já não volto la a por os pés, liguei ao B. que foi entregar a baixa, entretanto já o meu chefe me andava a ligar para saber de mim mas esperei que o B. la fosse antes de falar com ele para fazer o efeito surpresa, Eles estão a contar que é só 1 mes mas não é concerteza. Acho que já não volto mais.
O meu chefe anda sempre mal disposto é mal educado, fala-se com ele e ele vira as costas, até ontem com o B. quando ele lá foi entregar a baixa ele o chamou a atençao porque o B. estava a falar com ele para lhe dar a baixa e ele a virar as costas e ele desculpou-se  a dizer que era o volume de trabalho tinha que se despachar.


Quando fazemos horas extras somos obrigados a isso mas quando queremos gozar esses dias e horas não é quando queremos mas sim quando lhes dá jeito, o B. ia ter uns dias em Junho que eu pedi no trabalho mas não mos iam dar, no entanto certas pessoas tiram quando querem, mas eu se quiser férias só posso no Inverno.


Eu preciso sempre de dizer o que penso e faço-o onde quer que seja, defendo sempre os meus interesses, no trabalho sou a unica a fazê-lo mas falo sempre por todos os que são lesados, mas claro quem passa por ovelha negra sou eu e os outros como não dizem nada é que são os bons. O meu patrão até comentou com colegas meus que eu não devia ter falado assim com ele e ao que soube elas responderam ao menos ela fala na cara mais vale do que ser por trás como outras pessoas fazem. Ele gosta muito de falar, magoar e espezinhar e depois acha-se demasiado superior para nos ouvir, acha que não podemos falar, é muito pouco civilizado. Note-se que quando falo e me quero fazer ouvir não falto ao respeito a ninguém.


Se estou feliz com esta situação? Não, pois eu gosto muito de trabalhar e não me sai lucrativa, pois ganho muito menos, mas sei que ando melhor, como melhor, ando relaxada, não ando de carro as tantas da noite quase a adormecer, consigo descansar e pronto acho que é o melhor para mim e para o meu rebento. A minha cabecinha vai ficar melhor o meu corpo também. Tenho sentido que teem sido muito maus comigo, estou grávida custa muito terem um pouco mais de sensibilidade?


E vocês meninas o que acham?? Precisava mesmo de desabafar, de contar o que me vai na alma. Obrigada pela paciência ao lerem este testamento todo...








Acham que fiz bem? Que fui correcta? 


Beijo a todas

3 comentários:

  1. claudia brasil26/05/2011 09:34

    fizes te mt bem linda....
    a pessoas k nao merecem nem o chao k pisam bjs e boa sorte

    ResponderExcluir
  2. Agora tens que fazer o necessario para te protegeres a ti e ao teu filho e se para isso é necessário estares de baixa então é baixa que vai ficar!!!!
    É assim que deves pensar e para desanuviares a cabeça começa a preparar o enxoval, a pensar no quartinho e a fazer umas coisitas para o teu bebecas.
    beijoes e muita força.

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente uma gravidez é quase sempre encarada de uma forma negativa por parte da entidade patronal. E se ambiente já é assim tão mau como o teu só tens de te resguardar... A ti e ao bebe! A injustiça e ingratidão sao características que estao muito asociadas a patroes e chefes...

    Imagino que tenha sido terrível para ti mas fizeste o melhor que deverias ter feito.

    ResponderExcluir